Sexta-feira |

Communauté Régionale (1937)

FRANÇA

O início do trabalho de nossas irmãs na França foi com o cuidado de trabalhadores estrangeiros eslovenos que migraram entre as duas guerras mundiais e, além disso, as irmãs da Eslovênia queriam cuidar da juventude, mas havia uma variedade de tarefas no serviço em orfanatos e lares. Mais tarde, com a entrada de francesas na congregação, as irmãs puderam se dedicar a catequese, a juventude, ao trabalho social e de enfermagem.

Em Morestel (Isère) uma cidade da França onde há também uma casa iniciou-se um trabalho  de educação às meninas  com uma espécie de escola de economia doméstica, que encontrou  grande importância principalmente  no meio rural.

As Irmãs trabalharam nesta escola muitos anos até que deixaram o trabalho para que os leigos continuassem, pois sentiam que eram chamadas  a  se dedicarem mais à orientação em um Centro de Educação. Na área de assentamento na periferia de Lyon com emigrantes de diferentes países e culturas, as irmãs cuidaram da catequese, pastoral e social, mas principalmente de momentos de oração na França em1974.  Assim as irmãs da Costa do Marfim, também uma irmã da província austríaca se dedicaram  ao ministério da catequese, a educação da juventude, a educação das meninas, enfermagem e serviço social. Mais tarde, as irmãs do Brasil chegaram à Costa do Marfim. "Depois da depressão de nossa história na França não podemos deixar de nos maravilhar com o sopro do Espírito, o que nos levou a abrir comunidades próximas para responder às novas necessidades da época."

Hoje, vivem no Vicariato da França e Costa do Marfim cerca de 20 irmãs que trabalham:


• na catequese
• na educação dos jovens
• na educação de meninas
• na saúde e ação social
• na Pastoral